IBGC discute diversidade, com foco no racismo estrutural

Evento, com participação do Pacto de Promoção pela Equidade Racial, focou na inclusão de profissionais negros no mercado

  • 02/06/2022
  • Angelina Martins e Gabriele Alves
  • Eventos

O combate ao racismo estrutural no Brasil requer soluções inovadoras e céleres e foi com este propósito que o IBGC promoveu em 27 de abril de 2022 o evento “Implementação de um Protocolo ESG Racial no mercado brasileiro”. Com moderação de Jandaraci Araujo (CFO 99jobs), o debate contou com a presença de Gilberto Costa (diretor executivo do Pacto pela Equidade Racial) e Patrick Hruby (CEO da Movile).

O IBGC aderiu ao ao Pacto de Promoção da Equidade Racial em fevereiro passado. A  iniciativa inédita no mundo propõe implementar um protocolo ESG racial no Brasil e sua adoção por governos, empresas e investidores e sociedade civil, contemplando ações que estimulem maior equidade racial, centrada na adoção de ações afirmativas, na melhoria da qualidade da educação pública e formação de profissionais negros.

Os desafios que se apresentam às organizações

A Década Internacional dos Afrodescendentes (2015 a 2024), instituída pela ONU, foi citada por Jandaraci Araujo como um marco na luta contra o racismo, pela discriminação racial, xenofobia e intolerâncias correlatas. Ela destacou este período como um crescente de ações afirmativas no Brasil, como a lei de cotas, apesar de não observar o mesmo crescimento em cargos de liderança no mercado de trabalho. Jandaraci propôs aos palestrantes que destacassem desafios para a adoção de medidas ao combate às desigualdades e incentivo à prática de inclusão nas organizações.

Gilberto Costa, por sua vez, citou a realidade que se impõe atualmente, tendo em vista que o racismo estrutural está muito arraigado à sociedade e se apresenta como um grande desafio para a população negra e pobre, que carece de educação de qualidade para entrar na universidade, e buscar trabalho e cargos de liderança nas empresas. Ele afirmou que os grupos minorizados precisam ser representados por uma ação conjunta da sociedade para que as organizações caminhem na direção de perceber que rentabilidade, performance, diversidade e inclusão e sustentabilidade precisam avançar juntas. Já Patrick Hruby enfatizou que os desafios do tema de inclusão começa com o desconhecimento sobre diversidade e pela certeza de que a diversidade é um diferencial competitivo para as empresas.

Os participantes ainda destacaram a importância dos programas de diversidade para acelerar a jornada da inclusão racial e social no país e, nesse sentido, Patrick pontuou iniciativas que a Movile tem incluído em sua cultura ao criar programas de grande abrangência: o Mobile Dream, por exemplo, é voltado para atrair e recrutar talentos negros em início de carreira; o Empretece, direcionado a pessoas negras já formadas tem o objetivo de acelerar as carreiras destes profissionais para atuarem em cargos de liderança; e o black leadership program, com foco em acelerar a formação de gerências intermediárias, para que esses profissionais alcancem mais rapidamente as vagas de liderança.

Assista ao evento completo clicando aqui

Confira as últimas notícias do Blog do IBGC

17/05/2024

Confira algumas parcerias para difusão da boa governança

16/05/2024

Governança 360: confira aprendizados da terceira edição

15/05/2024

Entidades defendem a Lei das Estatais

15/05/2024

Concha y Toro apresenta case de sustentabilidade no IBGC

14/05/2024

Conexão Governança: IBGC fortalece eventos em suas regionais

14/05/2024

Participe da audiência pública sobre divulgações de sustentabilidade