Notícias da semana: empresas brasileiras precisam de mais diversidade

"As mulheres trazem inovação", disse Valeria Café, diretora do IBGC em entrevista para a Folha de S. Paulo; Veja essa e outras notícias da semana

  • 07/02/2020
  • Giulia Landriscina
  • Na mídia

Empresas brasileiras não passam na regra da Goldman para mulheres

O grupo financeiro Goldman Sachs decidiu, em janeiro, evitar a coordenação de IPOs em empresas que não apresentarem diversidade. A determinação inclui a participação de ao menos uma mulher nos conselhos de administração. Essa realidade, no entanto, está difícil de ser encontrada no Brasil.

Das 30 empresas mais valiosas na Bolsa, 8 não têm mulheres nos colegiados. Na avaliação de Valeria Café, diretora de Vocalização e Influência do IBGC, um dos fatores que contribui para esse resultado é a escolha das vagas nos conselhos ser feita geralmente por homens. “Só vai mudar quando os homens perceberem que faz diferença. Elas (as mulheres) trazem inovação, novo olhar, novas formas de questionamentos e provocações. ”, disse a diretora em entrevista para a Folha de S. Paulo. Leia mais.

Precisamos falar de transparência

Em artigo para a revista Capital Aberto, o presidente do conselho de administração do IBGC Henrique Luz escreve sobre a importância da transparência nas empresas e como o Formulário de Referência da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) é um bom exemplo disso. “A transparência efetiva depende de uma cadeia com participantes atentos e exigentes”, disse o presidente. Confira. 

O dilema de permitir ou proibir ações com voto plural

A professora e pós-doutora Andréia Cristina Bezerra Casquet faz um panorama para a revista Capital Aberto sobre prós e contras da permissão do voto plural em empresas brasileiras. Segundo ela, “é preciso sopesar se a introdução de regra que permita a emissão de ações com voto plural pelas companhias, em vista da realidade brasileira de proteção aos seus investidores, será mais benéfica do que a manutenção da proibição em vigor. ” Saiba mais.

A força feminina nos negócios

Reportagem da revista IstoÉ Dinheiro retrata a representatividade feminina em cargos de liderança, principalmente na área de economia e em meios corporativos. “A globalização e a digitalização ajudam muito a construção de uma imagem real do que é ser mulher em situações de liderança”, afirma Maryl Sanders, professora de história clássica da Coastal Carolina University, dos Estados Unidos. Saiba mais.

Processo na CVM não envolve nenhum dos atuais membros do conselho, diz Taurus

A CVM aplicou penas de inabilitação temporária a ex-funcionários da Taurus Armas por participarem de fraude na venda de sua controlada SM Metalurgia (SML) à Renill Participações. Em resposta, a companhia de armas informou que o caso não envolve nenhum dos atuais membros do seu conselho de administração e da diretoria estatutária. Veja. 

‘País tem reputação muito ruim no meio ambiente’, diz Christopher Garman

Na avaliação de Christopher Garman, diretor geral da Eurasia, a questão ambiental é o principal risco para o Brasil em 2020. Para Garman, iniciativas como o Conselho da Amazônia são insuficientes perante a retórica antiambiental do presidente Jair Bolsonaro. Entenda.

Justiça dos EUA obriga JP Morgan a entregar documentos sobre fusão JBS-Bertin

O banco americano JP Morgan Chase e ex-executivos da instituição deverão oferecer documentos e informações à justiça brasileira. As ações contra a JBS, os irmãos Batista e o BNDES sugerem a condenação por supostos prejuízos que o banco brasileiro e o BNDESPar teriam tido com o financiamento de diferentes operações por meio das quais a JBS comprou concorrentes nos EUA e no Brasil. Entenda.

Seguir à risca manuais de governança corporativa pode não ser uma boa opção

Artigo publicado no jornal Financial Times expõe a necessidade de ir além dos manuais de governança corporativa. O texto analisa as práticas em empresas do Reino Unido. Na visão da autora, é necessário que as empresas tenham pensamentos independentes, fora da caixa.  Veja. 

CVM passa a reconhecer consultor

Em nova edição de instrução, a CVM regula a atividade de consultores de investimentos e passa a permitir que profissionais estrangeiros, também conhecidos como “não residentes”, atuem no Brasil. A alteração faz parte do processo de adesão à OCDE. Leia mais.

Confira as últimas notícias do Blog IBGC

Notícias da semana: conselhos devem levar a sério as questões ASG

Notícias da semana: conselhos devem levar a sério as questões ASG

21/02/2020

Artigos trazem reflexões sobre a importância dos temas para o futuro das organizações; veja essa e outras matérias

Saiba mais
“Avanço da remuneração dos conselheiros espelha amadurecimento do mercado”

“Avanço da remuneração dos conselheiros espelha amadurecimento do mercado”

21/02/2020

Para gerente de Pesquisa e Conteúdo do IBGC, Luiz Martha, hoje há um entendimento maior sobre as responsabilidades e os riscos assumidos pelos conselheiros

Saiba mais
IBGC abre audiência pública para publicação sobre boas práticas em estatais

IBGC abre audiência pública para publicação sobre boas práticas em estatais

20/02/2020

Documento consolidará recomendações para empresas públicas e sociedades de economia mista

Saiba mais
Disrupção para conselheiros; conheça três fatores essenciais para garantir inovação

Disrupção para conselheiros; conheça três fatores essenciais para garantir inovação

19/02/2020

Relatório da EY aponta o que não pode faltar na construção de estratégias de longo prazo

Saiba mais
Arbitragem e seus dogmas

Arbitragem e seus dogmas

18/02/2020

Artigo de Gustavo Moraes traz reflexão sobre a real eficácia da arbitragem em matéria societária adotada no Brasil

Saiba mais
“Diversidade, engajamento e cultura devem constar na avaliação de executivos”

“Diversidade, engajamento e cultura devem constar na avaliação de executivos”

17/02/2020

Para CEO da Spencer Stuart, Fernando Carneiro, remuneração está longe de ser o item mais importante das discussões sobre desempenho

Saiba mais