Conheça os quatro princípios da governança corporativa

Transparência e equidade estão entre as recomendações do Código das Melhores Práticas do IBGC; veja mais

  • 27/01/2020
  • Giulia Landriscina
  • Cursos


Tendência internacional, a governança corporativa chegou ao Brasil como um caminho para que empresas e demais organizações pudessem ser dirigidas e monitoradas de forma transparente. Essa dinâmica corporativa engloba aspectos como o relacionamento entre sócios, conselho de administração, diretoria, órgãos de fiscalização e controle e demais partes interessadas. Mas, como saber se sua empresa está no caminho da governança?

De acordo com o Código das Melhores Práticas de Governança Corporativa, a governança corporativa está baseada em quatro princípios de boas práticas. Sua adequada adoção resulta em um clima de confiança tanto internamente quanto nas relações com terceiros. Confira a seguir:

"Transparência

Consiste no desejo de disponibilizar para as partes interessadas as informações que sejam de seu interesse e não apenas aquelas impostas por disposições de leis ou regulamentos. Não deve restringir-se ao desempenho econômico-financeiro, contemplando também os demais fatores (inclusive intangíveis) que norteiam a ação gerencial e que conduzem à preservação e à otimização do valor da organização.

Equidade

Caracteriza-se pelo tratamento justo e isonômico de todos os sócios e demais partes interessadas (stakeholders), levando em consideração seus direitos, deveres, necessidades, interesses e expectativas.

Prestação de contas (accountability)

Os agentes de governança devem prestar contas de sua atuação de modo claro, conciso, compreensível e tempestivo, assumindo integralmente as consequências de seus atos e omissões e atuando com diligência e responsabilidade no âmbito dos seus papéis.

Responsabilidade corporativa

Os agentes de governança devem zelar pela viabilidade econômico-financeira das organizações, reduzir as externalidades negativas de seus negócios e suas operações e aumentar as positivas, levando em consideração, no seu modelo de negócios, os diversos capitais (financeiro, manufaturado, intelectual, humano, social, ambiental, reputacional etc) no curto, médio e longo prazos."

Quer saber mais? Participe da próxima edição do curso de Melhores Práticas de Governança Corporativa do IBGC nos dias 12 e 13 de fevereiro, em São Paulo e, 3 e 4 de março, no Rio de Janeiro.

Baixe o Código das Melhores Práticas de Governança Corporativa no Portal de Conhecimento e tenha acesso ao conteúdo completo.

Confira as últimas notícias do Blog do IBGC

16/08/2022

Governança no Centro-Oeste “nosso papel é colocar sotaques e regionalismos na comunicação”

15/08/2022

Saúde e bem-estar na gestão de riscos organizacionais

12/08/2022

Veja o resumo da área de Vocalização e Influência

11/08/2022

Web3 e Metaverso: uma nova era para a governança corporativa?

10/08/2022

“Cabe ao governance officer atuar em todo o sistema de governança”

08/08/2022

Empresa familiar: como ter sucesso com o processo sucessório?